Ação - Animação - Aventura - Comédia - Drama - Fantasia - Ficção - Guerra - Musical - Nacional - Policial - Romance - Suspense - Terror

Medo Profundo

Título: 47 Meters Down Lançamento: 2018 Áudio: Português | Inglês
Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Medo Profundo – De férias no México, duas irmãs estão prestes a passar pelos momentos de maior tensão em sua vida: presas em uma gaiola de tubarões a 47 metros de profundidade no oceano, eles terão que lutar contra o tempo para permanecerem vivas. Mas com apenas uma hora de oxigênio e com tubarões brancos rondando o local, as chances se tornam cada vez menores.
47 Metres Down (2017) on IMDb 

Baixar Filme Proud Mary – Medo Profundo

720p | MKV | 930 MB | Dual Áudio:

Baixar Filme Pedro Coelho Torrent

1080p | MKV | 1.63 GB | Dual Áudio:

Baixar Filme Pedro Coelho Torrent

Mais sobre o filme
Baseado em uma história real. De férias no Norte da Austrália, Grace (Diana Glenn), seu marido Adam (Andy Rodoreda) e sua irmã Lee (Maeve Dermody) decidem entrar na viagem Blackwater Barry para pescar. Seu guia Jim (Ben Oxenbould) usa um pequeno barco e leva os turistas pelo rio para um lugar remoto. Quando param, eles são atacados por um crocodilo enorme que vira o barco e mata Jim imediatamente. Os três sobreviventes sobem em uma árvore e quando percebem que a ajuda não virá, decidem tentar encontrar um jeito de sair daquele lugar.

Fonte: wikipedia

Curiosidades

1 – Aprimorando
Mandy Moore e Claire Holt fizeram aulas de mergulho para viverem seus papéis na trama.

2 – Acontece
James Van Der Beek foi escalado para viver o namorado do personagem de Mandy Moore, mas acabou que as cenas dele foram cortadas da versão final do filme.

3 – Renomeado
O título original foi mudado para In the Deep em 2016, mas em 2017 seu nome foi alterado para 47 Meters Down.

4 – Ops
Algumas cópias do filme foram lançadas acidentalmente com o antigo título, In the Deep, em agosto de 2016. Neste período, o longa-metragem já havia sido comprado por uma nova empresa, que havia agendado a distribuição do filme para 2017. Algumas lojas não foram notificadas em tempo do ocorrido e venderam o DVD com o nome errado, que agora podem ser considerados itens de colecionadores.

5 – Pode, produção?
Para imitar os organismos encontrados na água, colocaram nada mais nada menos que brócolis.

6 – Coincidência
Claire Holt (Kate) e Yani Gellman (Louis) já apareceram em Pretty Little Liars (2010) como, respectivamente, Samara e Garrett. Quer mais? Holt e Mandy Moore já viveram personagens com o mesmo nome em duas séries distinas: Holt foi Rebekah em The Originals e Moore foi Rebecca em This is Us.

7 – Coincidência
Claire Holt (Kate) e Yani Gellman (Louis) já apareceram em Pretty Little Liars (2010) como, respectivamente, Samara e Garrett. Quer mais? Holt e Mandy Moore já viveram personagens com o mesmo nome em duas séries distinas: Holt foi Rebekah em The Originals e Moore foi Rebecca em This is Us.

Fonte: adorocinema

Resumo de algumas críticas:

“Medo Profundo é um filme que consegue criar algo inovador e interessante dentro de um subgênero que já produziu uma lista gigante de tramas ordinárias. Juntamente com Águas Rasas, a aventura de duas irmãs que decidem sair de férias e curtir o litoral mexicano, mas acabam enrascadas numa situação trágica envolvendo tubarões, pode ser considerada a oxigenação de um estilo de filme que entrou em decadência há bastante tempo. Dirigido por Johannes Roberts, cineasta responsável pelo horror Do Outro Lado da Porta, Medo Profundo injeta ânimo numa aventura que traz as feras marinhas como os algozes de duas moças que pretendiam apenas extrair diversão de suas realidades conflituosas. Elas são Lisa (Mandy Moore) e Kate (Claire Holt): a primeira terminou um relacionamento amoroso recentemente, e a outra, com o espírito mais jovial e aventureiro, planeja um passeio irreverente. Depois da primeira noite no hotel elas seguem numa expedição para mergulhar numa gaiola e registrar tudo. Os tubarões são atraídos pelo sangue jogado na água por um dos tripulantes desta expedição turística. Com os tubarões próximos, ensandecidos pela alta quantidade do sangue no mar, elas entram na gaiola e descem alguns metros abaixo da superfície, numa das maiores aventuras de suas vidas. Fotografam, filmam e ficam encantadas com a possibilidade de contemplação da vida marinha tão de perto.[…]” fonte: planocritico

“Filmes de horror são permeados por momentos de expectativa, capazes de levar ao temor extremo. A mise-en-scène aliada a efeitos especiais criam truques que podem engrandecer até mesmo uma história inócua, caso se firmem constantes mudanças de clima. O jump scare é um dos recursos mais utilizados para tirar o espectador dos instantes de passividade ou de apreensão, tornando-se assim um artifício batido, diante de sua costumeira aparição em filmes do gênero. Por harmonizar com variados enredos, sua eficácia tida como certa não deixa de dar as caras em Medo Profundo, de Johannes Roberts, longa que opta pelo emprego da técnica, concentrando-se assim no campo do susto habitual.Após o término de um relacionamento, Lisa (Mandy Moore) precisa aprender a lidar com essa atual fase de sua vida. Para tanto, sua irmã Kate (Claire Holt), de espírito aventureiro, a conforta à sua maneira, propondo que desbravem juntas as profundezas do México. Com o objetivo de testar os limites da irmã e fazê-la usufruir de novas experiências, Kate não mede esforços para vê-la mais animada, bem como não mensura o nível de risco da situação.Presas em uma enorme gaiola submersa, as jovens se sujeitam a essa incursão em uma região cercada por tubarões. Porém, mal sabem elas que terão de lidar com contratempos, que incluem a quebra da corda que sustentava toda a estrutura. A partir daí, os percalços só se agravam, como nos momentos de inviabilidade de contato com Capitão Taylor (Matthew Modine) e seu grupo de instrutores, seguidos pelo insucesso da tentativa de resgate com um guincho reserva, sendo então acionada a Guarda Costeira.[…]” fonte: observatoriodocinema

“Como fã de bons filmes de tubarões como Mar Aberto (2003) ou Águas Rasas (2016), é triste ter que presenciar o mais evidente e preguiçoso método de produções do gênero tomando conta mais uma vez das telas de cinema. 47 Meters Down, ou como foi traduzido, Medo Profundo (não confunda com o filme de 2007 que leva o mesmo nome), não empolga durante seus 20 minutos iniciais, que parecem mais uma tentativa forçada de caracterizar as personagens principais da maneira menos elaborada possível. Somente a partir do segundo ato do filme (quando as personagens se vêem presas na “jaula”), é que conseguimos nos simpatizar; não pelas suas atitudes ou pontos de vista, mas sim pelo simples fato de nos colocarmos no lugar de pessoas que estão prestes a morrer, o que faz dos primeiros 20 minutos mais do que desnecessários. A história gira em torno de duas irmãs aventureiras (uma nem tanto) que resolvem experimentar um mergulho em jaula no meio de tubarões brancos. O problema é que a jaula se desprende do barco, e as duas, presas no fundo do mar, com pouco oxigênio e cercadas pelos predadores, precisam nadar 47 metros até a superfície se quiserem sobreviver. Comecemos por Lisa (Mandy Moore), uma mulher insegura que acabou de se separar de seu marido e resolve acompanhar sua irmã Kate (Claire Holt) nesta viagem ao México. Já Kate é a típica mulher destemida e independente, mas que claramente se preocupa com sua irmã. Ambas são personagens mal construídas, desenvolvidas apenas para servirem como corpos vivos lutando pela sobrevivência. Mandy Moore tenta em um momento ou outro trazer mais identidade à sua personagem, mas Claire Holt está completamente satisfeita com sua personagem tediosa.[…]” fonte: cinematecando

Galeria

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.
Categorias: 1080p | 720p | Suspense
Veja Mais
Mega Filmes Torrent